Trump diz que tarifas estão tendo grande efeito sobre a China

Por Carolina Pulice

São Paulo – O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou que a desaceleração do crescimento da China ocorre no mesmo momento que a saída de companhias do país, fato que comemorou como uma vitória na guerra comercial.

“O crescimento do segundo trimestre da China foi o menor em 27 anos. As tarifas dos Estados Unidos estão tendo um grande efeito sobre as companhias, que querem deixar a China para países não tarifados. Milhares de companhias estão indo embora”, afirmou em seu Twitter.

“E por isso que a China quer fazer um acordo com os Estados Unidos, e se arrepende de ter quebrado o acordo original no primeiro momento”, completou. “Bilhões de dólares em tarifas da China, com muito mais por vir. Essas tarifas são pagas pela China que se desvaloriza, não pelo cidadão norte-americano”.

O comentário ocorre após o governo chinês ter divulgado um crescimento de 6,2% no segundo trimestre de 2019 ante o mesmo período do ano passado. O crescimento, que veio abaixo da projeção de analistas, foi o menor nível registrado em 27 anos.

Os dois países têm travado uma guerra comercial com bilhões de dólares em produtos sendo sobretaxados. As rodadas de conversas entre os dois lados foram interrompidas em maio, quando a negociação em Washington terminou sem acordo e com os Estados Unidos aplicando taxas de 25% a US$ 250 bilhões em bens importados da China.

No entanto, o mercado internacional e especialistas acreditam que os dois países estejam retomando as negociações comerciais. Na semana passada, o representante de Comércio dos Estados Unidos, Robert Lighthizer, e o secretário do Tesouro norte-americano, Steven Mnuchin, falaram ao telefone com o vice-premiê da China, Liu He, aumentando as expectativas por um encontro presencial em breve.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com