Tribunal de Caracas ordena prisão de opositor Leopoldo López

Por Carolina Pulice

São Paulo – Um tribunal da capital da Venezuela liberou uma ordem de detenção contra o líder opositor Leopoldo López, que cumpria uma condenação de prisão domiciliar por 13 anos e que deixou a prisão no dia 30 de abril para se unir a uma tentativa de retirar o presidente Nicolás Maduro do governo. As informações são da agência “Sputnik”.

O Quinto Tribunal de Execução de Primeira Instância do Distrito Judicial Criminal da área Metropolitana de Caracas “ordena a detenção do cidadão Leopoldo López”, afirma o comunicado do Tibunal Supremo de Justiça.

López está abrigado na embaixada do Chile desde terça-feira, quando o autoproclamado presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, ordenou sua liberação, após ter anunciado o apoio à oposição por parte das Forças Militares do país. López estava preso desde 2014, acusado de cometer crimes contra o governo venezuelano.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com