Tribunal da Espanha impede que ex-líder catalão tome posse no Parlamento Europeu

Por Carolina Pulice

Ex-líder catalão, Oriol Junqueras

São Paulo – O Tribunal Supremo da Espanha negou a permissão para que o ex-líder catalão, Oriol Junqueras, assuma o cargo como eurodeputado, após ter conquistado um assento para o Parlamento Europeu.

“A Segunda Sala do Tribunal Supremo, rechaçou conceder uma permissão extraordinária de saída da prisão ao vice-presidente do Governo da Generalitat da Catalunha, Oriol Junqueras, para comparecer à Junta Eleitoral Central no dia 17, a fim de jurar seu cargo como eurodeputado, após ser eleito nas eleições do dia 26 de maio”, afirma o Tribunal em nota.

Junqueras está preso desde 2017, acusado de ter liderado o movimento separatista e a declaração de independência da Catalunha, região espanhola.

Ele enfrenta uma sentença de 25 anos de prisão, mas pôde participar e foi eleito nas eleições gerais da Espanha e do Parlamento Europeu.

Além dele, o ex-líder catalão, Carlos Puigdemont, também conquistou um assento no Parlamento Europeu. Ele, porém, também não conseguirá assumir o cargo, uma vez que precisa tomar posse na Espanha, mas está asilado na Bélgica.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com