Tesouro dos Estados Unidos sanciona executivos e cias por esquema com alimentos na Venezuela

Por Carolina Pulice

São Paulo – O Departamento do Tesouro dos Estados Unidos anunciou a imposição de sanções contra executivos, sob a acusação de facilitarem a obtenção de lucro do regime de Nicolás Maduro na importação e distribuição de alimentos para a Venezuela.

Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro. Foto: Hossein Zohrevand

De acordo com comunicado do Departamento, o executivo Alex Nain Saab Moran foi responsável por coordenar uma rede de corrupção que lucrava com contratos supervalorizados com os Comitês Locais de Abastecimento e Produção (CLAP).

“Através de uma rede sofisticada de companhias, parceiros de negócios e membros da família, Saab lavou milhões de dólares em corrupção”, aponta o texto.

Para o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, Saab infiltrou um grande esquema de corrupção para explorar a fome da população venezuelana. “O esquema de corrupção operado no programa do CLAP permitiu que Maduro e membros de sua família roubassem da população venezuelana”, disse. “Eles usaram a comida como uma forma de controle social”, completou.

Além de Saab, outras nove pessoas foram designadas pelo Departamento, incluindo membros da família de Cilia Flores, primeira-dama venezuelana.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com