Telefonia fixa perdeu 2,98 milhões de clientes em 18 meses até maio

Por Wilian Miron

São Paulo – A telefonia fixa perdeu 2,98 milhões de linhas nos últimos 12 meses até maio, chegando a 35,85 milhões de acessos ativos. Em relação a abril, houve redução de 506,3 mil clientes desta modalidade de serviço, informou a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Segundo a agência, em maio havia 15,93 milhões de linhas fixas registradas pelas autorizadas no país e 19,93 milhões pelas concessionárias.

Nos últimos 12 meses as autorizadas perderam 913,94 mil linhas, queda de 5,43% e, as concessionárias, registraram redução de 2,07 milhões linhas, recuo de 9,40% na comparação com maio de 2018.

Em relação a abril, houve diminuição de 273,34 mil linhas entre as autorizadas, recuo de 1,69%, e nas concessionárias a baixa foi de 233,03 mil linhas, queda de 1,16%.

Entre as autorizadas, a Claro registrou a maior participação de mercado, com 10,09 milhões de linhas fixas no País, correspondente a 63,38% de marketshare, seguida pela Vivo, com 3,90 milhões, ou 24,50% de participação, e pela TIM, com 968,00 mil linhas, com 6,07% de participação.

Nas concessionárias, a Oi possui a maior quantidade de linhas fixas, 11,08 milhões terminais, o equivalente a 55,60% do mercado, seguida pela Vivo que tem 7,99 milhões de clientes ativos na modalidade e detém 40,10% de participação de mercado.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com