Sete frentes se inscrevem para eleição na Argentina

Por Julieta Marino

Buenos Aires – Sete alianças eleitorais foram inscritas ontem para competir nas próximas eleições presidenciais de outubro, na Argentina. A horas de se encerrar o prazo, o líder da Frente Renovadora, Sergio Massa, confirmou sua aliança com Unidade Cidadã e o ex-ministro da Economia, Roberto Lavagna, anunciou sua união com o governador de Salta, Juan Manuel Urtubey com a frente Consenso Federal 2030.

Foto: Jorge Girao / FreeImages.com

Do lado dos oficialistas, foi inscrita a aliança com o novo nome de Juntos por El Cambio, no lugar de Cambiemos, entre o PRO, a União Civica Radical (UCR) e a CC-ARI, liderada por Elisa Carrió, com Mauricio Macri, que buscará sua reeleição com o senador peronista Miguel Pichetto para vice presidente.

Do outro lado, Sergio Massa confirmou sua aliança com Alberto Fernández e a ex-presidente Cristina Kirchner para a formação do bloco Frente de Todos, sigla que engloba a PJ, a Unidade Cidadã e a Frente Renovadora. Na semana que vem, deverão ser definidas as eleições internas para escolher o candidato à presidência.

Também ficou confirmado um bloco intermediário, que se define como “alternativa entre Macri e Cristina”, que selou a aliança do ex-ministro da Economia, Roberto Lavagna, do Consenso19, e o governador de Salta, Juan Manuel Urtubey, da Alternativa Federal, que se apresentaram como fórmula presidencial sob a sigla Consenso Federal 2030. A aliança não terá primárias e levará o ex-ministro como líder da chapa.

Outra aliança foi firmada pela Frente de Esquerda dos Trabalhadores (FIT, na sigla em espanhol), e o Movimento Socialistas dos Trabalhadores (MST), que criaram a FIT-Unidade, encabeçada pela fórmula a presidente e vice, Nicolás Del Caño (PTS) e Romina Del Plá (Partido Obrero). Por sua vez, Manuela Castañeira não participou do acordo e competirá com a frente Nuevo MAS.

Além deles, o economista liberal e candidato à presidência, José Luis Espert, se apresentou pela Frente Despertar, que é composto pela União do Centro Democrático (UCEDE) e o Partido Nacionalista Constitucional (UNIR).

Finalmente, o ex-titular da Aduana, Juan José Gómez Centurión, será candidato à presidência pela Frente Nos, que é composto pelo Partido Conservador Popular e a Nova unidade Cidadã (NUC).

Tradução: Carolina Pulice

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com