“Será necessária uma nova extensão do artigo 50”, diz May

A primeira-ministra britânica, Theresa May (Divulgação / Governo do Reino Unido)

São Paulo – A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, afirmou que vai pedir uma nova extensão do artigo 50 para dar prosseguimento ao acordo de saída do Brexit – processo de separação do Reino unido da União Europeia (UE).

“Sair com um acordo é a melhor solução, e por isso vou pedir uma extensão. A extensão será a menor possível, e que acabe quando se aprovar um acordo. Precisamos deixar claro para que o adiamento é para sair com ordem no tempo previsto”, afirmou em discurso, após se reunir com líderes de seu governo.

De acordo com a líder britânica, apesar dos esforços dos parlamentares, o processo não alcançou uma resposta, e por isso ela vai oferecer uma negociação com o partido Trabalhista, de oposição, para chegar a um acordo.

“Essa divisão não pode mais continuar. Estou oferecendo me sentar com o líder da oposição e tentar concordar com um plano, para sair com um acordo”.

Ela disse ainda que essa negociação tem como objetivo evitar que o Reino Unido participe das eleições parlamentares da Europa, que acontecem no dia 22 de maio. “O governo vai trazer o acordo de saída, para garantir que seja aprovado antes do dia 22 de maio, e para que o Reino Unido não participe das eleições parlamentares europeias”, afirmou.

May ainda deixou claro que o plano de saída deve incluir o atual acordo para o Brexit. O acordo, porém, já foi rejeitado três vezes pelo parlamento europeu. “Qualquer plano terá que concordar com o acordo de saída, que já foi negociado com líderes europeus, e que a UE já disse repetidamente que não quer e não vai reabrir. Precisamos nos focar na relação futura com o bloco.

Por isso temos que ter acordo que eu possa levar para o Conselho Europeu na próxima semana”.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com