Rouhani diz que Irã quer salvar acordo nuclear

Por Carolina Pulice

São Paulo – O presidente do Irã, Hassan Rouhani, afirmou que as ações do país para reduzir seus compromissos com o acordo nuclear de 2015 são uma “tentativa de salvar tal acordo”.

Presidente do Irã, Hassan Rouhani/Foto: Presidência do Irã

“As ações do Irã de reduzir seus compromissos não têm como objetivo minar o acordo nuclear, mas é uma tentativa de salvá-lo; porque acreditamos que se não fizermos nada, o acordo será perdido”, disse em uma sessão no seu gabinete.

O Irã anunciou, em maio, a saída de partes do acordo nuclear de 2015, assinado com os Estados Unidos, França, Alemanha, Reino Unido, Rússia e China. Nesta semana, o governo iraniano anunciou que ultrapassaria o limite de produção de urânio enriquecido estabelecido no acordo.

De acordo com Rouhani, o conflito foi causado pelos Estados Unidos, e que a única solução para as tensões entre os países “é a volta dos compromissos e das resoluções estabelecidas pela ONU”. “Se eles não quiserem voltar para esses compromissos, a República Islâmica do Irã vai tomar o próximo passo exatamente daqui 60 dias”, disse.

O presidente iraniano disse ainda que a partir do dia 7 deste mês, o país vai aumentar o enriquecimento de urânio, para o “nível necessário”, e que se o outro lado não se ativer aos compromissos estabelecidos no acordo, o reator Arak vai ser reativado. “O Irã recomenda que a Europa e os Estados Unidos voltem à mesa de negociação”, completou.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com