Representante do governo discorda de acordo do Brexit e renuncia

Por Carolina Pulice

Carta de renúncia de Andrea Leadsom

São Paulo – A líder do partido Conservador na Câmara dos Comuns, Andrea Leadsom, entregou uma carta de renúncia à primeira-ministra britânica, Theresa May, uma saída que indica a deterioração da situação do governo do país frente ao processo de separação da União europeia, conhecido como Brexit.

Em sua carta, Leadsom afirma ter orgulho de ter servido ao governo desde 2016, mas que não acreditava mais que a “abordagem do governo” levaria à entrega do Brexit.

“Eu não acredito que seremos um Reino Unido soberano com o acordo novo que está sendo proposto”, afirmou como primeira justificativa para sua renúncia. Ontem, May anunciou uma nova proposta para o acordo do Brexit, com uma série de mudanças em relação à primeira proposta.

Segundo Leadsom, a proposta de May de acrescentar a possibilidade de um segundo plebiscito no acordo pode ser “perigosamente divisivo”, e que por isso ela não apoiava o governo fazendo tal concessão.

Ela ainda disse que houve “quebra nos processos relacionados ao Brexit”, e que a tolerância do gabinete com políticas contrárias ao posicionamento do governo levaram a uma “completa quebra da responsabilidade coletiva”.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com