RADAR DO DIA: Atenção às ações da Sabesp após reajuste tarifário

São Paulo – O presidente Jair Bolsonaro recebeu ontem 37 embaixadores de países islâmicos para um jantar, no qual afirmou que as relações comerciais dessas nações com o Brasil devem se traduzir cada vez mais em laços de amizade e respeito e que o governo federal está “de braços abertos” a todos os países.

O ministro Paulo Guedes segue nos Estados Unidos cumprindo agenda com autoridades e empresários onde detalha planos sobre a reforma da Previdência para atrair investimentos estrangeiros.

A Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (Arsesp) autorizou a Sabesp a aplicar um reajuste anual de 4,7242% sobre as tarifas de água e esgoto vigentes. As novas tarifas entrarão em vigor a partir de 11 de maio.

Além disso, a Polícia Federal (PF) deflagrou operação para apurar desvios na Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) em um contrato firmado com a Renova Energia no valor de R$ 850 milhões. O nome da operação é “E o vento levou”, quarta fase da “Operação Descarte”.

A Petrobras negou, via comunicado na CVM, que haja qualquer atividade de negociação relacionada à devolução das concessões no Uruguai.

A Companhia Paranaense de Energia (Copel) informou que a última unidade geradora da Hidrelétrica Baixo Iguaçu entrou em operação, atingindo a marca de 100% de suas unidades em atividade. A unidade possui 117 megawatts (MW) de potência instalada.

A CSN precificou uma oferta de títulos de dívida, emitidos pela CSN Resources, no valor de US$ 600 milhões, com vencimento em 2026 e juros de 7,625% ao ano e, adicionalmente, no valor de US$ 400 milhões, com vencimento em 2023 e juros de 7,625% ao ano, sendo este último decorrente da reabertura (retap) da emissão realizada no ano passado.

A CCR assinou o primeiro aditamento ao acordo de acionistas da Concessionária ViaRio, devido à aquisição adicional de participação pela CCR. Deste modo, a companhia passa a deter 66,66% do consórcio, enquanto a Invepar fica com 33,34%.

O conselho diretor da Kroton Educacional aprovou a emissão de R$ 800 milhões em debêntures com valor unitário de R$ 10 mil e com vencimento em 2024. A remuneração será por meio de juros remuneratórios correspondentes a 100% da variação acumulada dos Depósitos Interfinanceiros de um dia (DI), acrescida de uma sobretaxa de 0,65% ao ano, calculados sob o regime de capitalização composta de forma pro rata.

Allan Ravagnani / Agência CMA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com