RADAR DO DIA: Atenção ao boletim Focus, cenário político, Petrobras e Gol

São Paulo – A semana será menos movimentada em função do feriado do dia 1o de maio, na quarta-feira, fazendo com que a discussão da reforma da Previdência fique de certa forma paralisada, assim como o cenário político em Brasília.

No entanto, o presidente da comissão especial da reforma da Previdência, deputado Marcelo Ramos (PR-AM), se reunirá com lideranças partidárias nesta terça-feira (30) para definir o calendário de trabalhos da comissão. A primeira reunião ordinária está agendada para 7 de maio. Relatório divulgado pela Instituição Fiscal Independente (IFI), órgão que auxilia o Senado, prevê que a reforma deve estabilizar a dívida bruta do governo federal só a partir de 2023.

Um fato negativo que deve ter grande influência no mercado nesta segunda-feira foi o fato de os economistas ouvidos pelo Banco Central (BC) terem reduzido a estimativa para o crescimento da economia brasileira em 2019 pela nona vez seguida, de 1,71% para 1,70%, de 1,98% há quatro semanas. A projeção consta no relatório Focus.

Segundo o documento, para os próximos anos, a previsão para o Produto Interno Bruto (PIB) seguiu em 2,50%, cada, sendo mantida neste nível para 2021 há 111 semanas e para 2022 há 53 semanas, respectivamente. Já para 2020 foi a primeira vez que houve estabilidade nessa estimativa, que estava em 2,75% um mês atrás.

No âmbito corporativo, a Petrobras divulgou na sexta-feira (26) as novas diretrizes para a venda de ativos de refino e distribuição, com a previsão de vender a rede de postos de gasolina no Uruguai, PUDSA, e a realização de uma oferta secundária de ações para reduzir sua participação na BR Distribuidora, que atualmente é de 71%.

Na área de refino, a estatal pretende a refinaria de Abreu e Lima, Unidade de Industrialização do Xisto e refinaria Landulpho Alves, refinaria Gabriel Passos, refinaria Presidente Getúlio Vargas, refinaria Alberto Pasqualini, refinaria Isaac Sabbá e Lubrificantes e Derivados e Petróleo do Nordeste. Estas subsidiárias têm capacidade para refinar 1,1 milhão de barris por dia.

A Smiles, empresa de programa de milhagem controlada pela Gol Linhas Aéreas, obteve lucro líquido de R$ 141,9 milhões no primeiro trimestre do ano, o que representa queda de 8,5% na comparação anual.

A Hypera reportou lucro líquido de R$ 321,2 milhões no primeiro trimestre deste ano, valor 7,1% maior que o do mesmo período no ano passado. Entre janeiro e março, a companhia contabilizou receita líquida de R$ 383,6 milhões, queda de 58,7% na comparação anual.

A Marfrig anunciou a recompra de US$ 27,839 milhões em notas sêniores de 11,250% com vencimento em 2021 e de US$ 1 bilhão em notas sêniores 8,000% com vencimento em 2023.A oferta da empresa tem validade até o dia 23 de maio.

A Seara Alimentos, subsidiária da JBS, adquiriu a processadora de suínos no município de Seberi, no Rio Grande do Sul, por R$ 235 milhões. A processadora pertencia a Adelle Indústria de Alimentos, e o pagamento será realizado por meio da troca pelo Frigorífico Frederico, por R$ 80 milhões, R$ 115 milhões assunção de dívidas da Adelle e R$ 40 milhões em moeda corrente nacional.

A Sabesp constituiu, na última sexta-feira (26), um grupo de trabalho para avaliar alternativas para a reorganização societária da companhia, no âmbito do programa de desestatização do governo do Estado de São Paulo. A criação do grupo de estudos havia sido deliberada em reunião realizada no dia 24 de abril de 2019, mas homologada na sexta.

O conselho de administração da Gol Linhas Aéreas aprovou a emissão de bônus de subscrição para os acionistas da companhia. Serão emitidos até 56,052 milhões de bônus escriturais, em série única, por meio de uma emissão privada dirigida. O preço de emissão do bônus de subscrição foi fixado em R$ 13,04, com base em estudo preparado pela Brasilpar Serviços Financeiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com