Primeiro-ministro francês diz que sanções contra Rússia podem ser canceladas

Por Carolina Pulice

Primeiro-ministro francês, Edouard Philippe. Foto: Florian David/Governo da França

São Paulo – O primeiro-ministro da França, Edouard Philippe, disse que as sanções sobre a Rússia podem ser aliviadas a qualquer momento, confirmação feita durante encontro com o premiê russo, Dmitri Medvedev.

Durante coletiva de imprensa, Philippe disse ainda que novos espaços de diálogo podem ser benéficos para os dois países, e que por isso as sanções não são algo permanente. “Nós sabemos que as sanções não são um regime permanente, mas um estágio que pode ser cancelado a qualquer momento”, disse.

A França – junto com outros países europeus e com os Estados Unidos impôs uma série de sanções econômicas e diplomáticas contra a Rússia em 2014, após a anexação da Crimeia pelo governo russo, o que foi duramente criticado e rejeitado pela comunidade internacional na época.

Entre outros assuntos, os dois primeiros-ministros disseram estar atentos aos desdobramentos da escalada de tensões no Oriente Médio, que têm como protagonistas os Estados Unidos e o Irã. “Examinamos também a situação no Irã, as tensões que se observam agora no Golfo Pérsico. Reiteramos juntos que tudo deve ser feito para evitar erros, nenhum passo acidental que provoque uma escalada de tensões”, disse.

Medvedev completou, dizendo que espera o diálogo entre as partes. “A ideia é manter a confiança para evitar a exposição direta de um confronto no Oriente Médio”.

Os dois líderes confirmaram ainda que os ministros de Relações Exteriores e de Defesa de ambos os países vão se encontrar no início de setembro.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com