Pompeo reconhece avanços do México em cumprimento de acordo de imigração

Por Federico Frau Barros

Buenos Aires – O secretário de estado norte-americano, Mike Pompeo, reconheceu os significativos avanços das ações do México em relação ao acordo de ambos os países firmado no dia 7 de junho para combater a imigração ilegal.

Secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo. Foto: State Department photo/ Public Domain

Em visita ao México, Pompeo se reuniu com o chanceler mexicano, Marcelo Ebrard. Após o encontro, o secretário norte-americano afirmou que não acredita ser necessário começar “nenhum tipo de negociação a respeito de um eventual acordo de Terceiro País Seguro entre México e Estados Unidos”.

Por sua vez, Ebard indicou que a estratégia migratória para garantir fluxos ordenados, seguros e regulares continuará durante os próximos 45 dias.

Ebrard expressou a Pompeo a preocupação do Governo do México a respeito das tarifas impostas ao tomate mexicano “dada que estas medidas afetam negativamente a mais de um milhão de empregos no México”.

Também fez parte da agenda a conformação de um grupo binacional para recuperar os bens e ativos vinculados a Joaquim Archivaldo “Chapo” Guzmán, narcotraficante mexicano recentemente condenado a prisão perpétua pela justiça norte-americana. Além disso, os representantes falaram sobre a intenção de que ambos os países criem uma operação para combater o tráfico ilegal de armas.

Por fim, o chanceler solicitou ao secretário Pompeo a reinstalação do
Programa de Repatriação (PRIM) que garantia o apoio a cidadãos mexicanos repatriados nos Estados Unidos, e que foi suspenso em 2018.

Tradução: Carolina Pulice

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com