PMI do setor de serviços dos EUA cai a 52,9 pontos em abril

Por Carolina Pulice

São Paulo, 18 de abril de 2019 – O índice dos gerentes de compras (PMI,na sigla em inglês) sobre a atividade do setor de serviços dos Estados Unidos caiu a 52,9 pontos em abril – o menor nível em 25 meses -, depois de atingir 55,3 pontos em março, de acordo com dados preliminares divulgados pelo instituto de pesquisas IHS Markit.

Analistas previam estabilidade de 54,8 pontos em abril. Números acima de 50 sugerem expansão da atividade, enquanto valores menores apontam contração. O PMI composto, que agrega dados dos segmentos industrial e de serviços, caiu para 52,8 pontos em abril – o menor nível em 31 meses -, depois de marcar 54,6 pontos em março.

O índice indicou uma moderação no crescimento da atividade do setor. A modesta expansão, segundo o relatório, foi abaixo da tendência da série e indicou um crescimento mais lento desde março de 2017.

“Ecoando a tendência vista na atividade de negócios, a recuperação em novos negócios foi suavizada em abril e foi a menos acentuada nos últimos dois anos. Consequentemente, os provedores de serviços revisaram para baixo as expectativas de produção para o ano e sinalizaram um crescimento menor no emprego”, apontou o texto.

O IHS Markit sinalizou ainda que o aumento da competição para novos trabalhos, assim como um aumento menor nos custos supostamente atenuaram o ritmo geral da inflação dos preços de venda.