Petrobras reajustará diesel com intervalo de pelo menos 15 dias

Petrobras
Foto: Divulgação/Petrobras

São Paulo – A diretoria da Petrobras decidiu ontem instituir um intervalo de pelo menos 15 dias para os reajuste nos preços do óleo diesel. Até então, a empresa podia fazer alterações diárias no valor do combustível, embora o último reajuste tenha ocorrido em 22 de março, quando a empresa definiu um preço de R$ 2,1432 para o litro do diesel.

“Os preços do diesel nas refinarias da companhia, que correspondem a cerca de 54% dos preços ao consumidor final, serão reajustados por períodos não inferiores a 15 dias. A Petrobras continuará a utilizar mecanismos de proteção, como o hedge com o emprego de derivativos, cujo objetivo é preservar a rentabilidade de suas operações de refino”, disse a companhia em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

A Petrobras também disse que continuará seguindo a regra que a obriga a acompanhar os preços de paridade internacional (PPI). Segundo a empresa, isto evita que ela abuse de sua posição monopolista no mercado – a Petrobras possui 98% da capacidade de refino do diesel no Brasil.

“Ficam mantidos os princípios que balizam a prática de preços competitivos, como preço de paridade internacional (PPI), margens para remuneração dos riscos inerentes à operação e nível de participação no mercado”, acrescentou a companhia.