Parlamento britânico vota amanhã acordo do Brexit, pela terceira vez

Primeira-ministra britânica, Theresa May. Foto: UK Parliament/Jessica Taylor

São Paulo – O líder da Câmara dos Comuns do Reino Unido, John Bercow, anunciou que a moção do Brexit – processo de separação do Reino Unido da União Europeia (UE) – será votada amanhã, após ter sido modificada e estar de acordo com o que foi imposto por ele na semana passada.

“A moção do governo de amanhã é nova e substancialmente diferente e em conformidade com minha decisão do dia 18 de março e reiterada no dia 25 e 27 de março”, afirmou.

O comunicado confirma a votação que estava marcada para amanhã, mas que era dúvida por conta do conteúdo do acordo. No dia 18, o líder da Câmara afirmou que a primeira-ministra britânica, Theresa May, precisaria de um novo acordo sobre a saída do Reino Unido da União Europeia (UE), para que pudesse enfrentar uma terceira votação do processo de separação no parlamento do país, citando impedimentos legais para a votação do mesmo acordo.

A votação de amanha pode, portanto, definir o período de extensão do Brexit e acalmar os ânimos da população e dos parlamentares britânicos. Isso porque o Conselho Europeu tinha concedido duas datas de adiamento do Artigo 50, que prevê a separação do bloco europeu.

Se o acordo for aprovado amanhã, a extensão será até o dia 22 de maio.

Se rejeitado, garantirá um adiamento para o dia 12 de abril, embora os líderes europeus possam adotar uma segunda extensão, muito mais longa, se os legisladores britânicos estiverem dispostos a se unir em torno de outra abordagem.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com