Para Lagarde, há grande risco de Brexit sem acordo

A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde. (Foto: Divulgação/FMI)

São Paulo – A diretora gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, disse que há neste momento um grande risco de o Reino Unido sair da União Europeia – processo conhecido como Brexit – sem um acordo.

“Esperamos que o senso comum prevaleça. O ideal seria uma solução para todos e que não tenha impacto para a economia”, afirmou Lagarde em entrevista para a Bloomberg às margens do fórum do FMI com o Banco Mundial, em Washington.

Os comentários de Lagarde acontecem um dia depois de os líderes europeus concordarem com um novo adiamento do prazo de separação, que passou de 12 de abril para 31 de outubro com uma revisão em junho. A data original de saída era 29 de março.

Questionado sobre o novo adiamento, Lagarde citou pontos positivos e negativos desse cenário. “Com a prorrogação do prazo, as empresas têm condições de se preparar melhor, mas a extensão prolonga as incertezas, adiando ainda mais as decisões de investimento”, disse.

Lagarde recomendou que o governo britânico obtenha um consenso em torno do acordo de separação de forma que agrade as alas políticas do país e seja aprovado pela Europa. “É a única opção para uma saída com acordo”, completou.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com