Opep reduz projeção de demanda de petróleo e eleva a de oferta para 2018 e 2019

11/10/2018 13:09:56

Por: Paulo Jaschke / Agência CMA

São Paulo – A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) reduziu a projeção para o crescimento da demanda global por petróleo para este ano e o próximo, citando dados mais fracos que o esperado para o primeiro semestre de 2018 e a desaceleração econômica prevista para 2019.

Segundo relatório mensal da Opep, a demanda global deve aumentar em 1,54 milhão de barris por dia (bpd) este ano na comparação com 2017, somando 98,79 milhões de bpd, revisão negativa de 80 mil bpd em relação ao relatório de agosto. Para 2019, o crescimento da demanda deve ser de 1,36 milhão de bpd, para 100,15 milhões de bpd, também com revisão negativa de 50 mil bpd.

O cartel aponta procura mais fraca por diesel e combustível para aquecimento na Europa este ano, além de menor demanda na Coreia do Sul e no Japão. Já em 2019 há sinais de atenuação do crescimento econômico nos países europeus e na América Latina. Segundo a Opep, a demanda do ano que vem será liderada pela India e pela China.

Com relação à oferta de petróleo, a agência projeta que o fornecimento dos países não membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) crescerá em 2,22 milhões de bpd este ano, para 59,77 milhões de bpd, uma revisão positiva de 220 mil bpd em relação ao relatório anterior. Para 2019, a estimativa é de crescimento de 2,12 milhões de bpd, para 61,89 milhões de bpd, revisão positiva de 180 mil bpd.

Edição: Pâmela Reis (pamela.reis@cma.com.br)

Deixar um comentário