Odebrecht firma acordo financeiro e consegue empréstimo de R$ 2,6 bi

25/05/2018 17:30:43

Por: Eduardo Puccioni / Agência CMA

São Paulo – A Odebrecht afirmou que conseguiu, junto a cinco bancos brasileiros, um acordo financeiro, além de um financiamento de R$ 2,6 bilhões para quitar dívidas de curto prazo. Além de alongar sua dívida, a companhia conseguiu taxas de juros menores para a operação, informou a companhia.

“A Odebrecht destinará parte importante do novo financiamento para investir na sua construtora, a Odebrecht Engenharia e Construção (OEC), um dos carros-chefes do faturamento do Grupo e principal referência de excelência da engenharia brasileira”, disse, em nota, a companhia.

Com os recursos, a OEC conseguirá pagar, dentro do prazo de cura de 30 dias após o vencimento, os valores devidos de bonds internacionais. “Os R$ 2,6 bilhões serão divididos igualmente entre Itaú e Bradesco, e liberados em duas etapas: uma, imediatamente, no valor de R$ 1,7 bilhão; a outra no valor de R$ 900 milhões”, explicou o comunicado da Odebrecht.

O acordo envolveu também o Banco do Brasil, Santander e Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), pois, segundo a Odebrecht, teve como lastro a valorização de ações da Braskem usadas como garantias de empréstimos anteriores junto a essas instituições.

“Além de ser mais uma demonstração de confiança do sistema financeiro, o acordo que acabamos de assinar é a maior prova da confiança dos acionistas na capacidade dos nossos integrantes e nas qualificações técnicas das empresas do Grupo para a entrega de produtos e serviços de qualidade”, disse, na nota, Luciano Guidolin, diretor-presidente da Odebrecht.

Deixar um comentário