Mudar acordo do Brexit não é opção, diz May

Primeira-ministra britânica, Theresa May. (Foto: Divulgação)

São Paulo – A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, afirmou que, após apresentar o pedido de extensão para o Conselho europeu, na semana passada, recebeu a notícia de que o acordo não poderia ser alterado.

“O Conselho reiterou sua posicionamento de que não poderia ter uma abertura do acordo. Independentemente de como a Câmara desejar proceder nesta semana, todos devem ter em mente que mudar o acordo não é uma opção”, afirmou em discurso para parlamentares.

May voltou a dizer que um cenário de Brexit – processo de separação da União Europeia (UE) – sem acordo forçaria o país a participar das eleições parlamentares europeias, que estão marcadas para o dia 23 de maio. “Mas se o parlamento não aprovar o acordo, nossa saída será no dia 12, e devemos sair com sem um acordo ou com uma alternativa. E então teríamos que participar da eleição parlamentar”.

Segundo a primeira-ministra, o acordo agora está submetido a leis internacionais, o que causaria confusões legais e aumento das incertezas. “Eu continuo acreditando que a melhor solução é sair da UE no dia 22 de maio, com um acordo. Mas é com grande preocupação que eu afirmo que ainda não há apoio suficiente para a aprovação de um terceiro voto”.

“A alternativa é levar a um diferente Brexit ou um segundo plebiscito. Mas o limite é que se o Parlamento não chegar a um acordo nesta semana, teremos que procurar uma extensão maior. Isso nos levaria à eleição parlamentar, e sem garantir um Brexit”, pontuou.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com