MP da Liberdade Econômica pode gerar 3,7 milhões de empregos

Por Priscilla Oliveira

Brasília – A aprovação da Medida Provisória (MP) da Liberdade Econômica deve gerar 3,7 milhões de empregos e deve gerar um aumento de 7% no Produto Interno Bruto (PIB) em 10 anos, afirmou o secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, Paulo Uebel.

Segundo secretário, se a medida tivesse sido aprovada ainda no começo deste ano poderia dobrar o PIB em 2019. “É um crescimento muito expressivo. Este ano, poderia dobrar o PIB, se tivesse sido introduzido no começo do ano”, afirmou.

A medida, segundo Uebel, facilita a abertura e o fechamento de empresas e a iniciar atividades em estabelecimentos de baixo risco que não irão mais depender de alvará. “Isso significa três a seis meses de espera que não vai ter mais”.

Entre as vantagens, ele citou a possibilidade de digitalizar documentos e depois descartar e a criação de imunidade tributária para a inovação. “Está mais próximo das regras praticadas em países desenvolvidos, em países-membros da OCDE, já nesse trabalho de harmonização de regras para que o Brasil possa fazer parte da OCDE em breve”.

O texto-base da MP da liberdade econômica foi aprovado ontem na Câmara dos Deputados. Na tarde de hoje serão votados os destaques e então a MP segue para aprovação no Senado Federal, onde deve ser aprovada até o próximo dia 27, quando perde a validade.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com