Moody’s afirma rating da China em A1 com perspectiva estável

Foto: Freeimages.com/ Gary Tamin

Por Cristiana Euclydes

São Paulo – A agência de classificação de risco Moody’s afirmou a nota de crédito da China em ‘A1’, com perspectiva estável, citando os esforços do governo em conter a alavancagem da economia, apesar dos efeitos negativos da disputa comercial com os Estados Unidos.

“Embora a alavancagem em toda a economia provavelmente continue a crescer e bolsões de estresse financeiro se tornem periodicamente aparentes, as autoridades têm meios financeiros e políticos para conter o aumento da alavancagem, mobilizar recursos para apoiar entidades do setor público e manter a estabilidade financeira”, diz a agência.

A Moody’s espera que o crescimento do PIB desacelere de 6,6% em 2018 para 6,2% este ano e 6,0%, como resultado de tarifas mais altas sobre as exportações para os Estados Unidos e de seu impacto negativo sobre investimentos e consumo, apesar dos estímulos adicionais adotados pelo governo chinês.

“As tensões com os Estados Unidos, que a Moody’s espera continuar a oscilar entre fases mais e menos intensas, complicam ainda mais o equilíbrio do governo chinês em seus objetivos de crescimento e de desalavancagem”, segundo a agência.

Por fim, a perspectiva estável reflete o balanceamento de riscos à economia chinesa, pois mesmo que situações de estresse financeiro continuem acontecendo, “grandes reservas fiscais e cambiais e o controle do governo sobre partes da economia e do sistema financeiro conferem eficácia a medidas destinadas a conter riscos da estabilidade financeira”.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com