Ministro russo critica Trump sobre possível ingresso do Brasil na Otan

São Paulo – O vice-ministro das Relações Exteriores da Rússia, Alexandr Grushkó, criticou a sugestão do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de incorporar o Brasil na Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan). As informações são da agência “Sputnik”.

“Este tipo de declaração não favorece a distensão do ambiente de confronto que repercute no funcionamento das organizações internacionais”, disse Grushkó, em um ato público na Academia Diplomática do Ministério das
Relações Exteriores do país.

O comentário é uma resposta ao comunicado do presidente Trump, na semana passada, de que o Brasil poderia se tornar um membro da Otan. Na segunda-feira, o ministro da Defesa, Fernando Azevedo, e John Bolton, assessor da Casa Branca para assuntos de segurança nacional dos Estados Unidos, discutiram a eventual parceria do Brasil com a Organização.

A Otan é uma aliança militar criada em 1949 – logo no início da Guerra
Fria – composta por Canadá, Estados Unidos e por países europeus. Ela foi
fundada sob a premissa de evitar que a então União Soviética avançasse sobre a Europa Ocidental.