Ministro Mauricio Quintella deixará cargo em 20 dias para ser candidato a senador

13/03/2018 15:33:37

Por: Allan Ravagnani / Agência CMA

Ministro dos Transportes, Mauricio Quintella (Foto: Edsom Leite / MTPA)

São Paulo  – O ministro dos Transportes, Mauricio Quintella Lessa, vai deixar a Pasta até o final deste mês, prazo do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para desincompatibilização de cargo, para poder concorrer nas eleições de outubro. “Tenho mais 20 dias à frente do Ministério, depois vou sair para ser candidato”, afirmou durante discurso na Intermodal, em São Paulo.

Lessa vai pleitear um cargo no Senado por seu Estado (Alagoas), enfrentando a concorrência dos atuais senadores Renan Calheiros (PMDB) e Benedito de Lira (PP), ambos com mandato no final. Licenciado, Lessa é deputado federal desde 2003. Está desde abril de 2016 na Pasta dos Transportes. Antes de Temer assumir o mandato, o Ministério também era controlado por políticos do PR, como Antonio Carlos Rodrigues, César Borges e Alfredo Nascimento.

Nuvem Negra

Durante seu discurso inicial na Intermodal, feira de infraestrutura em logística, Lessa afirmou serem injustas as acusações feitas pelo Ministério
Público referentes ao Decreto dos Portos, editado pelo presidente Michel Temer,que supostamente beneficiou a empresa Rodrimar em troca de propina paga ao presidente via Rodrigo Rocha Loures, ex-assessor especial da Presidência.

“Essa é uma nuvem negra injusta que paira sobre o setor e sobre o Decreto dos Portos, mas que irá se dissipar logo, tenho certeza disso, o setor de
transportes brasileiro tem grandes cabeças, o setor privado grandes players e as agências reguladoras são sérias”, completou.

Edição: Eliane Leite (e.leite@cma.com.br)

Deixar um comentário