Ministra da Defesa alemã renuncia para poder assumir Comissão Europeia

Por Carolina Pulice

Ministra da Defesa da Alemanha, Ursula von der Leyen. Foto: Olaf_Kosinsky/ Commons Wikimedia

São Paulo – A ministra da Defesa da Alemanha e concorrente ao cargo de presidente da Comissão Europeia, Ursula Von der Leyen, anunciou que vai renunciar ao cargo no governo alemão na quarta-feira, para “servir a Europeia com todas suas forças”.

“Amanhã eu vou solicitar a confiança do Parlamento europeu. Independente do resultado, eu vou anunciar minha renúncia como ministra da Defesa na quarta-feira para serviar a Europa com todas as minhas forças”, disse em comunicado publicado no Twitter.

Ursula foi indicada pelo Conselho Europeu para presidir a Comissão Europeia, no início do mês, mas seu nome deve ser aprovado pelo Parlamento europeu. Desde que foi indicada, Ursula tem realizado uma série de reuniões com líderes e grupos parlamentares para conquistar apoio suficiente para sua indicação.

Ursula também é vice-presidente da União Democrata-Cristã, partido que faz parte do grupo Partido Popular Europeu, que conquistou o maior número de assentos nas eleições parlamentares europeias, em maio.

A votação no parlamento ocorre amanhã às 11 horas (de Brasília). Se aprovada, ela assumirá o cargo que é ocupado atualmente por Jean-Claude Juncker.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com