Mercado prevê criação de 190 mil vagas de emprego nos EUA em maio

Foto: Freeimages.com/ Lucía Pizarro Coma

Por Cristiana Euclydes

São Paulo – O mercado de trabalho dos Estados Unidos criou 190 mil vagas de emprego em maio, após a abertura de 263 mil postos em abril, e a taxa de desemprego subiu de 3,6% para 3,7%, segundo analistas consultados pela Agência CMA. Os dados oficiais serão publicados na sexta-feira.

Os dados são uma mediana produzida a partir das projeções dos economistas, que oscilam entre a criação de 168 mil e 195 mil vagas, enquanto as estimativas para a taxa de desemprego variaram entre 3,6% e 3,7%.

As estimativas para o salário médio por hora foram unânimes em 0,2% em base mensal e em 3,2% em base anual, mantendo-se nos mesmos níveis de abril. O ganho médio por hora somou US$ 27,77 em abril, alta de 0,22% ante março e aumento de 3,23% ante abril de 2018.

Segundo os analistas, os dados recentes sobre o mercado de trabalho mostram uma piora no cenário. O índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) sobre a atividade do setor de serviços dos Estados Unidos de maio mostrou que o crescimento do emprego desacelerou em relação a abril.

Os novos pedidos de seguro desemprego subiram em maio ante o mês anterior, mas seguem em linha com sua média desde o começo do ano. Na semana encerrada em 25 de maio, o número de novos pedidos subiu em 3 mil ante a semana anterior, totalizando 215 mil, segundo o Departamento do Trabalho.

Já o índice de criação de vagas no setor privado, medido pela Automatic Data Processing (ADP) e pela Macroeconomic Advisers, mostrou criação de 27 mil vagas de trabalho em maio, excluindo o setor rural. Analistas esperavam uma abertura bem maior, de 173 mil vagas. Em abril, o resultado foi revisado para baixo, 275 mil para 271 mil.

Os dados de emprego da ADP são acompanhados pelo mercado como uma espécie de prévia do relatório mais amplo sobre o emprego elaborado pelo Departamento do Trabalho, que será divulgado na sexta-feira.

“As condições no mercado de trabalho parecem estar se deteriorando, em especial do lado da contratação”, disse o economista da Capital Economics, Paul Ashworth.

“Isso espelha o que sabemos sobre a atividade real, com crescimento do
Produto Interno Bruto (PIB) a caminho de desacelerar para 1,5% no segundo trimestre, metade da sua taxa do primeiro trimestre”, de 3,1%, disse ele. A Capital Economics espera a criação de 190 mil vagas em maio, e taxa de desemprego em 3,7%.

Para os analistas do Wells Fargo, em relatório, o payroll deve mostrar a criação de 180 mil vagas em maio. “Dadas as recentes oscilações na força de trabalho, esperamos que a taxa de desemprego suba para 3,7%”. Já a média de ganho por hora deve subir 0,3% em base mensal. O crescimento dos salários é uma questão determinante, junto com a inflação, para as decisões de política monetária no país.

Além disso, a escalada na guerra comercial entre os Estados Unidos e a China neste mês dificilmente afetou os números de emprego, que foram baseados em emprego no meio do mês, disseram eles.

“Outra leitura sólida de contratação, portanto, sinalizaria ao Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) que o mercado de trabalho está saindo à frente de preocupações recentes. Uma leitura baixa, por outro lado, sugeriria que as perspectivas de crescimento já estavam esfriando e potencialmente antecipando as expectativas do Fomc de ajustar a política com um corte na taxa de juros”.

Os analistas Kletil Olsen e Nick Fiscker, do Nordea, por sua vez, alertaram que a criação de emprego de abril veio bem melhor do que a média dos últimos seis meses, de 210 mil vagas por mês. Assim, “uma leitura de maio abaixo da tendência não deve ser interpretada com um sinal de desaceleração”, disseram.

“O mercado de trabalho forte é visível no desemprego, que caiu em, 0,3 pontos percentuais (pp) este não para 3,6%, apesar das questões relacionadas com a paralisação do governo”, afirmaram. Para eles, a taxa de desemprego deve ficar estável em maio, enquanto os salários por hora devem permanecer nos mesmos níveis desde outubro, em cerca de 3,2% em base anual.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com