MERCADO AGORA: Veja um sumário do comportamento dos negócios até o momento

Por Danielle Fonseca, Flavya Pereira e Eduardo Puccioni

São Paulo – Em mais um dia de agenda fraca, o Ibovespa sobe puxado pelas ações de frigoríficos e de bancos, mas não consegue acelerar ganhos diante das perdas dos papéis da Vale, que mostrou queda na produção de minério de ferro. Apesar da ausência de novidades e do dia morno no cenário externo, também há expectativas positivas sobre o anúncio de medidas que possam estimular a economia, como a liberação de saques do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), que deve ser anunciada na quarta-feira.

Por volta das 13h30 (horário de Brasília), o Ibovespa registrava alta de 0,49% aos 103.966,03 pontos. O volume financeiro do mercado era de aproximadamente R$ 6,0 bilhões. No mercado futuro, o contrato de Ibovespa com vencimento em agosto de 2019 apresentava avanço de 0,63% aos 104.315 pontos.

“A tendência é o Ibovespa ficar mais de lado com o Congresso parado e sem grandes movimentações lá fora, mas o mercado tem olhado sinalizações do Fed e o anúncio de medidas como os saques do FGTS”, disse o analista da Toro Investimentos, Daniel Herrera.

Para o analista, ainda é preciso saber quais serão as regras e o montante que será liberado com a medida de saques do FGTS, mas ela pode ser positiva e ajudar a destravar a economia, ao trazer um estímulo no curto prazo.

Já no exterior, o foco segue em sinalizações sobre qual será o tamanho do corte dos juros norte-americanos, além de investidores também esperarem que o Banco Central Europeu (BCE) possa anunciar estímulos na reunião da próxima quinta-feira.

Entre as ações, as maiores altas do Ibovespa são da BRF e da JBS. A BRF teve a sua recomendação elevada pelo Itaú BBA para compra e disse que vê a peste suína na China como uma oportunidade para elevar a sua rentabilidade, já a JBS informou que concluiu a amortização de parte das dívidas ao realizar o pagamento de R$ 750,7 milhões pelo acordo de normalização com instituições financeiras no Brasil.

Depois de operar sem rumo único na abertura dos negócios, o dólar comercial segue em queda frente ao real, mas com poucas oscilações, se mantendo abaixo de R$ 3,75. Esvaziado de notícias no mercado doméstico, investidores seguem atentos ao mercado externo, que também opera sem novidades.

Por volta das 13h30, o dólar comercial registrava queda de 0,18%, sendo negociado a R$ 3,7390 para venda. No mercado futuro, o contrato da moeda norte-americana com vencimento em agosto de 2019 apresentava recuo de 0,26%, sendo cotado a R$ 3,740.

“Os mercados estão de lado e lá fora também não tem nada de muito novo. Mas o mercado deve continuar seguindo as movimentações do Fed [Federal Reserve, o banco central norte-americano], após as declarações de membros, além de novas críticas vindo do presidente Donald Trump sobre o Fed”, comenta o analista da Toro Investimentos, Daniel Herrera.

Mais cedo, o presidente dos Estados Unidos declarou que o Fed “errou feio” em elevar a taxa de juros e iniciar o ciclo de aperto monetário “muito rápido”. Crítico à política monetária adotada pela instituição, Trump destacou que, “com quase nenhuma inflação, nosso país está sendo desnecessariamente obrigado a pagar uma taxa de juros muito mais alta do que outros países apenas por causa de um Federal Reserve muito desorientado”, escreveu o presidente em seu perfil no Twitter.

As taxas dos contratos futuros de Depósito Interfinanceiro (DI) seguem em queda desde a abertura da sessão, com baixo volume e investidores cautelosos com o cenário global, principalmente de olho na decisão de política monetária de bancos centrais pelo mundo. O viés se mantém de queda, com expectativa de corte na Selic (taxa básica de juros) no final do mês.

Às 13h30, o DI para janeiro de 2020 tinha taxa de 5,655%, de 5,68% no fechamento anterior; o DI para janeiro de 2021 estava em 5,50%, de 5,55%  de sexta-feira; o DI para janeiro de 2023 projetava taxa de 6,36%, de 6,40%, e o DI para janeiro de 2025 tinha taxa de 6,93%, de 6,96% na mesma comparação.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com