Marinho mostrará dados que embasam reforma na 5ª-feira

Por Gustavo Nicoletta

São Paulo – O secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, reiterou que vai divulgar na quinta-feira (25) os dados que embasam a proposta de reforma previdenciária do governo. A informação havia sido antecipada ontem pelo presidente da Câmara dos Deputado, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Rogério Marinho
O secretário Especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, participa de seminário sobre Previdência, na Câmara dos Deputados. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A apresentação dos dados passou a ficar no foco do debate porque o governo restringiu o acesso do público aos estudos feitos pelo Ministério da Economia para a confecção da proposta de reforma da Previdência. A medida criou um argumento extra para a oposição tentar atrasar a tramitação da reforma na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC), prevista para hoje.

Segundo a Agência Câmara, alguns deputados fizeram pedidos de informação que não foram respondidos, assim como o jornal “Folha de S. Paulo”. O deputado Danilo Cabral (PSB-PE) foi um dos parlamentares a solicitar os dados e não obter respostas.

Entre outros pontos, o deputado pediu os estudos atuariais que fundamentaram a proposta, e informações individualizadas a respeito do impacto financeiro de cada medida constante na reforma.

Em entrevista concedida mais cedo à rádio CBN, Marinho disse que o governo não impôs sigilo aos dados, mas restringiu o acesso a determinados segmentos.

“Na quinta-feira estarei reunido com os líderes que apoiam o projeto. O compromisso está reiterado. O interesse é nosso para que haja absoluta transparência na comissão de mérito”, disse ele, referindo-se à comissão especial que analisará a reforma da Previdência caso ela seja aprovada na CCJC.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com