Maduro dá boas-vindas a ex-guerrilheiros das Farc

Por Julieta Marino

Buenos Aires – O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, afirmou ontem que os ex-líderes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), Iván Márquez e Jesús Santrich, fugitivos da justiça, são “bem-vindos” ao seu país.

Ao encerrar o Foro de São Paulo, que aconteceu em Caracas, Maduro disse que a ex-guerrilha colombiana Farc “é bem vinda à Venezuela quando desejar, porque são líderes de paz”.

Santrich saiu da cadeia há alguns meses por um suposto delito de narcotráfico. Desde então, assumiu seu cargo no Congresso pelo partido Força Alternativa Revolucionária do Comum (Farc), segundo um acordo de paz feito com o governo colombiano, para no dia 30 de junho abandonou seu esquema de segurança e desapareceu no espaço de reincorporação no norte da Colômbia. Ele está, desde então, foragido da justiça e tem pedido internacional de captura.

No início do mês, o presidente da Colômbia, Iván Duque, afirmou que se houvesse algum país que estivesse protegendo Santrich e não efetuasse sua captura, o governo reportaria internacionalmente.

O chefe de Estado disse ainda que é possível que o ex-chefe guerrilheiro tenha cruzado a fronteira com a Venezuela, se for levada em conta a proximidade com o Espaço Territorial de Capacitação (ETCR), onde se encontrava no momento de sua fuga, burlando o esquema de segurança.

Tradução: Carolina Pulice

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com