Macron critica possível mudança de embaixada dos EUA para Jerusalém

05/12/2017 16:15:17

Por: Cristiana Euclydes

São Paulo – O presidente da França, Emmanuel Macron, afirmou estar preocupado com a provável mudança da embaixada dos Estados Unidos em Israel de Tel Aviv para Jerusalém

Em conversa ao telefone com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, Macron expressou receio com a possibilidade de os Estados Unidos reconhecerem unilateralmente Jerusalém como a capital do Estado de Israel.

“A questão do status de Jerusalém deverá ser resolvida no âmbito das negociações de paz entre israelenses e palestinos, visando, em particular, ao estabelecimento de dois estados, Israel e Palestina”, disse Macron, segundo comunicado da presidência francesa.

Trump deve anunciar nos próximos dias a decisão sobre a mudança da embaixada, uma de suas promessas de campanha. Ontem, um porta-voz da Casa Branca disse que a mudança “não é uma questão de ‘se’, mas de ‘quando'”.  Jerusalém é controlada pelo Estado israelense desde 1967, mas a cidade também é reivindicada pelos palestinos e contém locais sagrados para as religiões judaica, muçulmana e cristã. Nenhum país possui embaixada em Jerusalém.

Os dois presidentes também conversaram sobre o conflito entre curdos e o governo iraquiano, reafirmando que “continuarão seus esforços conjuntos para preservar a estabilidade e unidade do Iraque e promover o diálogo nacional entre as autoridades federais e os líderes curdos iraquianos”, diz a nota.

Edição: Pâmela Reis (pamela.reis@cma.com.br)

Deixar um comentário