Macri assina decreto para conter mais de 20 bi de pesos em gastos

10/07/2018 15:50:30

Por: Rafaela Aguiar / Agencia CMA Latam

Buenos Aires – O presidente da Argentina, Mauricio Macri, assinou um decreto que visa a reduzir as despesas do Estado em mais de 20 bilhões de pesos, como parte de um plano mais amplo de controle e redução de gastos.

“No contexto atual, é necessário adotar medidas que não apenas favoreçam o uso eficiente e racional dos recursos públicos, mas também permitam sua diminuição progressiva”, diz o decreto, publicado hoje no Diário Oficial da União. A medida prevê uma redução de 30% nos gastos para o restante do ano orçamentário atual.

Entre as medidas está o congelamento de nomeações e contratações de funcionários públicos até 31 de dezembro de 2019, com algumas exceções, como as universidades, o serviço penitenciário, e as Forças Armadas e de Segurança.

Não será permitido fechar novos convênios de serviços de assistência técnica, nem implementar novos bônus, prêmios, incentivos ou suplementos. Também está prevista uma redução do uso de veículos oficiais e de viagens e um corte orçamentário nas universidades.

O pacote de medidas foi anunciado no início de junho durante as negociações com o Fundo Monetário Internacional (FMI) para obter uma linha de crédito stand by para lidar com a alta volatilidade da taxa de câmbio do país.

Tradução: Cristiana Euclydes

Edição: Pâmela Reis (pamela.reis@cma.com.br)

Deixar um comentário