Lucro liquido da Coca-Cola sobe 12,56% no 2T19, para US$ 2,607 bilhões

Por Carolina Pulice

Foto: Divulgação/ Coca-Cola

São Paulo – A Coca-Cola reportou lucro líquido de US$ 2,607 bilhões no segundo trimestre de 2019, o que representa uma alta de 12,56% ante igual período do ano anterior. Na mesma base de comparação, a receita líquida somou US$ 9,997 bilhões, uma alta de 6,11%.

O aumento da receita refletiu o crescimento de 4% nas vendas concentradas e um crescimento de 2% nos preços.

A receita orgânica teve alta de 6%, com crescimento de 3% no volume de vendas. Já o lucro operacional teve alta de 8%. Os gastos gerais, administrativos e com vendas, que representam a maior parte, subiram 3,78%, para US$ 2,996 bilhões, enquanto outros custos operacionais recuaram 59,11%, para US$ 92 milhões.

Entre as regiões, o lucro operacional da Coca-Cola caiu 0,84% na América Latina, para US$ 588 milhões, e teve queda de 5,0% na Europa, Oriente Médio e África, para US$ 1,038 bilhão. Por outro lado, houve alta de 9,72% na América do Norte, para US$ 711 milhões, e alta de 3,98% na Ásia-Pacífico, para US$ 731 milhões.

Com relação ao volume de vendas, na América do Norte houve queda de 1,0%, com impacto nos preços e nas iniciativas de empacotamento. Na América Latina, o volume teve alta de 1,0%, com ganhos no México e no Brasil, que foi parcialmente compensada pela queda na Argentina.

Na Ásia, houve alta de 7% no volume de vendas puxada por um crescimento em quase todos os mercados. A variação do volume é calculada com base na média diária de vendas do trimestre e a unidade de medida é o “unit case”, que equivale a 5,7 litros.

Para 2019, a companhia espera ter um crescimento de 5% em sua receita orgânica, e um crescimento entre 11% e 12% no lucro operacional, incluindo uma queda de um dígito causada por aquisições, desinvestimentos e itens estruturais.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com