Lucro da Shell cai 7,2% no primeiro trimestre, para US$ 5,293 bilhões

Foto: Divulgação/ Shell

Por Cristiana Euclydes

São Paulo – A Royal Dutch Shell registrou lucro ajustado de US$ 5,293 bilhões no primeiro trimestre deste ano, queda de 7,2% ante igual período do ano anterior. O resultado exclui os efeitos do custo de carregamento dos estoques de petróleo, da variação cambial e de itens não recorrentes. Na mesma base de comparação, a receita caiu 6,0%, para US$ 85,662 bilhões.

Os resultados foram impactados por margens menores do setor químico e de refino, nos preços realizados do petróleo e reduções de créditos fiscais, em parte compensados por maiores preços de gás natural liquefeito (GNL). O lucro líquido da companhia foi de US$ 6,001 bilhões, alta de 1,7% em base anual.

No setor de downstream (refino e distribuição), o lucro ajustado caiu 12,0%, para US$ 1,595 bilhão, incluindo a perda de US$ 157 milhões relacionada à contabilidade a valor justo de derivativos de commodities e baixas contábeis recuperável de US$ 64 milhões, principalmente relacionadas a ativos em Singapura.

Já no setor de upstream (exploração e produção), houve queda de 8,05 no lucro ajustado, para US$ 1,706 bilhão, refletindo a perda de US$ 45 milhões em contabilização a valor justo, e o ganho de US$ 33 milhões com a venda de ativos.

A produção da Shell subiu 1,0%, para 2,901 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boed), com a maior oferta dos ativos da América do Norte, apesar de alguns desinvestimentos.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com