Lucro da Petrobras deve cair no 1º tri com produção menor

Por Wilian Miron

Petrobras
Plataforma P-51 (Divulgação/Petrobras)

São Paulo – O resultado financeiro da Petrobras no primeiro trimestre deste ano deve ser mais fraco e refletir as oscilações nos preços do petróleo tipo Brent, que variou entre US$ 63,8 a US$ 75,22 o barril durante o período.

Para a equipe de analistas do Itaú Unibanco, os dados econômicos da petrolífera também serão afetados pela implantação da nova norma contábil IFRS 16, além de refletir a queda de 2,5% na produção doméstica de petróleo no primeiro trimestre, para 2,004 mil barris diários (bpd).

No segmento downstream, a participação do mercado de diesel da Petrobras deve aumentar, refletindo a tendência de queda nas importações de terceiros.

O banco projeta uma taxa de utilização média de 76%. “Após a sua adoção, os pagamentos sob arrendamentos operacionais não serão cobrados dos resultados operacionais”.

A XP Investimentos, por sua vez, afirma que na área de distribuição a estatal deve enfrentar maior concorrência, o que deve impactar nas margens do segmento no período.

Veja abaixo a média da projeção de lucro líquido coletada pela Agência CMA. A variação foi calculada com base no primeiro trimestre de 2018.

LUCRO LÍQUIDO: R$ 4,672 bilhões, queda de 33%
RECEITA DE VENDAS: R$ 50,034, queda de 33%
EBITDA AJUSTADO: R$ 20,456, queda de 20%

Nesta prévia foram utilizados dados do BTG Pactual, Santander, XP Investimentos e Itaú Unibanco. Os resultados financeiros da Petrobras serão informados nesta terça-feira (7), depois do fechamento das negociações na B3.

Edição: Leandro Tavares ([email protected])

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com