Lucro da CSN cai 94,2% no 1º tri, a R$ 87 milhões

Por Wilian Miron

Foto: Divulgação/CSN

São Paulo – A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) obteve lucro líquido de R$ 87 milhões no primeiro trimestre deste ano, queda de 94,2% em relação ao mesmo período do ano passado, quando a empresa teve um ganho extraordinário de R$ 1,8 bilhão decorrente do reconhecimento contábil do valor justo das ações da Usiminas.

A receita líquida da CSN no trimestre somou R$ 6,005 bilhões, alta de 19% na comparação anual. O ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado do trimestre foi de R$ 1,242 bilhão em termos ajustados, alta de 11% em relação em comparação com o reportado em igual período do ano passado.

No primeiro trimestre, a alavancagem da companhia – relação dívida líquida sobre ebitda ajustado – passou de 5,82 vezes ao final do primeiro trimestre do ano passado para 4,07 vezes em igual intervalo deste ano.

Já a dívida líquida consolidada da CSN totalizou R$ 25,772 bilhões, recuo de 13% em relação ao final do trimestre anterior.

DADOS OPERACIONAIS

As vendas de aço caíram 8% na comparação anual, para 1,277 milhão de toneladas. A CSN vendeu ainda 7,474 milhões de toneladas de minério de ferro no trimestre, alta de 19% em relação ao total vendido no mesmo intervalo do ano passado.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com