Lucro da Coca-Cola sobe 22,7% no primeiro trimestre, para US$ 1,678 bilhão

Foto: Divulgação/ Coca-Cola

Por Cristiana Euclydes

São Paulo – A Coca-Cola reportou lucro líquido de US$ 1,678 bilhão no primeiro trimestre de 2019, o que representa um aumento de 22,7% em relação ao mesmo período do ano anterior. Já a receita somou US$ 8,020 bilhões, um aumento de 6,0% na mesma base de comparação.

A alta no lucro reflete o aumento dos estoques de engarrafadoras para gerir as incertezas relacionadas ao Brexit, apesar do impacto negativo do câmbio. Além disso, a receita subiu diante do desempenho positivo em todos os grupos operacionais da empresa. A receita orgânica cresceu 6%, com alta de 2% no volume de vendas, conduzida pela Ásia e Europa.

Entre as regiões, o lucro operacional da Coca-Cola cresceu 16,0% na América do Norte, para US$ 586 milhões, e teve alta de 7,0% na Europa, Oriente Médio e África, para US$ 978 milhões. Por outro lado, houve queda de 13,0% na América Latina, para US$ 496 milhões, e baixa de 4,0% na Ásia-Pacífico, para US$ 542 milhões.

Com relação ao volume de vendas, houve alta de 7% na Ásia puxada por China, Sudeste Asiático e India, enquanto na Europa a alta foi de 2%. A variação do volume é calculada com base na média diária de vendas do trimestre e a unidade de medida é o “unit case”, que equivale a 5,7 litros.

Por outro lado, na América do Norte houve queda de 1%, devido ao impacto de preços e iniciativas de pacotes executadas no mercado, além do calendário da Páscoa. Na América Latina, o volume também caiu 1%, com ganhos no Brasil, Peru e Chile ofuscados pelas perdas na Argentina.

A Coca-Cola manteve as previsões de crescimento de 4% das receitas orgânicas para 2019, de entre 10% e 11% no lucro operacional. A empresa também manteve a projeção de seu lucro por ação ajustado neste ano, entre uma queda de 1% e uma alta de 1% em comparação com 2018.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com