Lucro ajustado cai no 1T19 ainda impactado por aquisição da Somos

São Paulo – O lucro líquido da Kroton caiu 46,3% no primeiro trimestre do ano em relação ao mesmo período de 2018, para R$ 250,4 milhões. O lucro líquido ajustado, por sua vez, que não considera investimentos em M&A e expansão, somou R$ 318,6 milhões no período, queda de 34,2%, impactado pelas despesas financeiras e amortização do intangível decorrentes da aquisição de Somos.

A receita líquida somou R$ 1,8 bilhão no período, uma alta de 34,8% na mesma base de comparação. O ebtida da empresa totalizou R$ 750,8 milhões no primeiro trimestre de 2019, alta de 12,5% na comparação anual.

Em termos operacionais, a base de alunos da Kroton no ensino superior presencial caiu 6,5% no período em relação ao primeiro trimestre de 2018, para 388.725. Os declínios ocorreram tanto no segmento de graduação (-6,6%, para 379.188) quanto no de pós-graduação (-0,7%, a 9.537).

No ensino a distância (EAD), houve queda de 1,6% no primeiro trimestre e somou 572.216. Na graduação, o declínio foi de 2,7%, para 536.890, enquanto na pós-graduação houve crescimento de 19,1%, para 35.326.

Ao final do terceiro trimestre, a Kroton possuía 66.103 alunos matriculados com contratos de Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), redução de 43,3% em relação ao mesmo período de 2018. O resultado vem seguindo a tendência apresentada nos últimos trimestres, com captações cada vez menos relevantes e um aumento no nível de formaturas para este produto.

A penetração de FIES totalizou 17,4% da base de alunos de graduação presencial, ou 7,2% da base total de alunos de graduação, caindo 11,3 pp e 5,0 pp, respectivamente, na comparação anual.

Leandro Tavares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com