Livro Bege, do Fed, mostra crescimento moderado em economia dos EUA

Federal Reserve
Prédio do Federal Reserve em Washington. Foto: Divulgação/ Federal Reserve

Por Cristiana Euclydes e Carolina Pulice

São Paulo – A atividade da economia dos Estados Unidos se expandiu a um ritmo modesto entre abril e o início de maio, com uma leve melhora sobre o período anterior, de acordo com o Livro Bege, relatório do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) sobre a situação econômica das 12 principais regiões do país.

“Quase todos os distritos reportaram algum crescimento, e alguns viram um ganho moderado na atividade. Relatórios industriais foram geralmente positivos, mas alguns distritos mostraram sinais de desaceleração na atividade e uma perspectiva mais incerta”, aponta o texto.

De acordo com o Livro Bege, a construção residencial e o setor imobiliário mostraram crescimento no geral, mas ambos os setores viram uma grande variação no sentimento nos distritos.

O texto aponta que os relatórios sobre os gastos do consumidor “foram positivos em geral, mas temperados”, e que a atividade turística foi mais forte, especialmente na região sudeste, mas com venda menor de veículos.

“A demanda por empréstimos foi mista mas indiciou crescimento”, diz o texto, que aponta ainda que as condições agrícolas permaneceram fracas, com alguns distritos reportando alguma melhora.

“A projeção para os próximos meses continuou positivamente sólido mas modesta, com pouca variação entre os distritos reportados”, completa o documento.

EMPREGO E INFLAÇÃO

Ainda de acordo com o Livro bege, o mercado de trabalho continuou a crescer nos Estados Unidos, enquanto os preços subiram em ritmo modesto em abril até meados de maio.

A maioria dos distritos relatou crescimento modesto ou moderado de empregos, e outros relataram avanço leve. “A demanda sólida por contratação foi observada no varejo, serviços, técnicos, indústria e construção”, diz o documento.

“Contudo, o crescimento forte do emprego continuou a ser restrito pelo mercado de trabalho aquecido, com os distritos citando a escassez de trabalhadores de alta e baixa qualificação”.

Com relação às remunerações, a competição por trabalhadores supostamente aplicou algumas pressões salariais em uma ampla gama de ocupações. “No entanto, as pressões salariais permaneceram relativamente moderadas, dadas as baixas taxas de desemprego”, diz o documento. A maioria dos distritos relatou crescimento modesto ou moderado dos salários.

Sobre os preços, o Livro Bege mostrou que eles aceleraram em ritmo modesto entre abril e o início de maio, com vários distritos destacando que houve um crescimento maior nos preços dos insumos do que nos preços de venda. Alguns distritos citaram uma redução nos preços do aço e outros metais, enquanto outros ressaltaram que os preços das matérias-primas permaneceram elevados.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com