Líder supremo do Irã faz exigências à Europa para salvar acordo nuclear

24/05/2018 16:33:48

Por: Cristiana Euclydes / Agência CMA

Foto: Wikimedia Commons

São Paulo – O líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, divulgou uma lista de exigências aos países europeus para que o acordo nuclear assinado em 2015 entre Teerã e seis potências mundiais permaneça em vigor.

Na lista, Khamenei diz que os Estados Unidos violaram uma resolução do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) ao se retirarem do acordo nuclear, e que a “Europa deve emitir uma resolução contra a violação dos Estados Unidos”. Os europeus também devem garantir que não vão discutir a questão dos mísseis iranianos e de assuntos regionais do país.

De acordo com o líder supremo, os europeus devem ainda garantir a venda do petróleo iraniano, comprando-o, caso os Estados Unidos consigam interferir nas vendas. Além disso, “os bancos europeus devem garantir transações comerciais com o Irã”.

Por fim, Khamenei afirmou que a Europa deve “confrontar a imposição de qualquer sanção ao Irã e se posicionar firmemente contra as sanções dos Estados Unidos”. Ele alertou que “se os europeus hesitarem em responder a nossas exigências, o Irã tem o direito de retomar suas atividades nucleares”.

As exigências vieram após o secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, divulgar na segunda-feira uma lista com 12 requisitos para um novo acordo, que incluem o fim de qualquer tipo de enriquecimento de urânio no Irã e a suspensão do apoio a grupos militantes no Oriente Médio.

Deixar um comentário