Lagarde diz que zona do euro não é resistente o suficiente

São Paulo – A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, afirmou que, apesar da situação consolidada da zona do euro, ainda há um “ecossistema novo e incompleto”, e que há a necessidade de uma integração maior da Europa.

Diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde/Foto: Flickr FMI

“Este é um ecossistema novo e incompleto. Há um desafio com o aumento do populismo em muitos países, questionando a ideia de integração europeia”, afirmou, completando que a atividade econômica na área do euro está desacelerando e que o risco está aumentado.

“Em muitas formas uma projeção de uma economia mais fraca levanta a
importante questão: a zona do euro está melhor preparada para tempestades econômicas inesperadas?”, questionou. “A resposta é sim. A união cambial está mais resiliente do que há dez anos. Mas não está resiliente o suficiente”.

Lagarde afirmou ainda que é necessário realizar uma união bancária, e um
sistema comum de garantia de depósitos. Ela pediu que membros dos países concordem com um equilíbrio mútuo entre o compartilhamento de risco e a redução de risco.

“Eu peço para que os líderes europeus retomem as discussões para
negociar em boa fé e fazer diferentes compromissos, para desbloquear o
potencial de uma união bancária”.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com