Julian Assange, fundador do Wikileaks, é preso no Reino Unido

Fundador do WikiLeaks, Julian Assange. Foto: CommonsWikimedia

São Paulo, 11 de abril de 2019 – O fundador do Wikileaks, Julian Assange, foi preso nesta manhã pela polícia do Reino Unido, após ter seu asilo diplomático retirado pela embaixada do Equador.

Segundo comunicado da polícia londrina, Assange foi levado à delegacia nesta manhã, e será extraditado sobre a lei de Extradição. Um vídeo publicado no Twitter do Wikileaks mostra que ele foi retirado à força da embaixada do Equador, onde estava asilado desde 2012.

Assange foi preso com uma garantia de extradição pedida pelos Estados Unidos, que alega conspiração após a publicação de informações confidenciais sobre crimes de guerra em 2010.

Em um vídeo publicado nesta manhã, o presidente do Equador, Lenín Moreno, afirmou que a decisão de eliminar o asilo de Assange ocorreu por conta de seu comportamento agressivo, e por violações de direito internacional, uma vez que o fundador do site continuava praticando atividades que interferiam nas relações internacionais de outros Estados. “O limite do governo equatoriano chegou ao fim”, disse Moreno.

Ao ser retirado da embaixada equatoriana, Assange afirmou que o “Reino Unido deveria resistir a esta tentativa [de prisão] do governo dos Estados Unidos”.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com