Itália promete respeitar regras fiscais da UE em 2020

Foto: Divulgação/ Serviço Audiovisual da Comissão Europeia

Por Cristiana Euclydes

São Paulo – A Itália vai continuar cumprindo as regras fiscais da União Europeia (UE) e estabilizando sua dívida pública no ano que vem, disse o ministro italiano de Finanças, Giovani Tria, ao chegar ao Eurogrupo (que reúne os ministros de Finanças da zona do euro).

“Para o próximo ano vamos decidir em outubro o novo orçamento, é claro, de acordo com regras orçamentais europeias gerais”, disse Tria. Segundo o ministro, o governo italiano está fazendo o que precisa ser feito, e o mais importante é estabilizar a dívida pública.

Atualmente, a dívida da Itália está em 132% do Produto Interno Bruto (PIB) do país, acima do limite de 60% permitido pelas regras fiscais da UE. No início de junho, a UE disse que poderia abrir um processo disciplinar e multar a Itália por desrespeitar os regulamentos orçamentários do bloco.

A Itália, porém, conseguiu evitar as medidas disciplinares da UE com a promessa de reduzir a meta de déficit fiscal do país para 2,04%, de 2,4% previstos anteriormente. O país deve apresentar ao bloco europeu seu plano orçamentário para 2020 até o dia 15 de outubro.