Irã aumenta ritmo de produção de urânio

Por Carolina Pulice

Foto: Blondinrikard Fröberg/Flickr

São Paulo – O porta-voz da Organização de Energia Atômica do Irã, Behrouz Kamalvandi, anunciou que o país vai ultrapassar os limites de urânio enriquecido dentro de dez dias, o que pode minar definitivamente o acordo nuclear de 2015.

Segundo comunicado do porta-voz, o país vai superar os limites de reservas de urânio enriquecido estabelecido no acordo nuclear no dia 27 de junho, e que vai aumentar a produção de urânio enriquecido no início de julho.

“Avisamos aos europeus que o tempo está acabando. Temos só vinte dias para acabar com esta medida. E se recebermos ordem superiores, será uma questão de hora, e não de dias”, afirmou em entrevista.

O acordo nuclear de 2015 – assinado pelo Irã, Estados Unidos, França, Reino Unido, Alemanha, Rússia e China – tinha como objetivo evitar o aumento da produção nuclear do Irã, e em contrapartida retirar as sanções econômicas e diplomáticas impostas ao país. No ano passado, os Estados Unidos se retiraram do acordo, alegando o não cumprimento dos requisitos pelo país iraniano. Neste ano, o governo do Irã também anunciou a saída de partes do acordo.

Após a saída, o governo iraniano deu aos países europeus um prazo até 7 de julho para retomar o comércio com o país, e impedir o agravamento de sanções impostas pelos Estados Unidos.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com