Indicador antecedente de emprego sobe e renova máxima histórica

08/02/2018 16:15:12

Por: Gustavo Nicoletta

São Paulo – O Indicador Antecedente de Emprego (IAEmp) subiu para 107,7 pontos em janeiro, de 107,0 pontos em dezembro, registrando o quinto avanço consecutivo e atingindo uma nova máxima na série histórica iniciada em junho de 2008, segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV).

“O cenário de melhora no nível de atividade econômica juntamente com a expectativa de contratação futura sugere continuidade da tendência de melhora do mercado de trabalho e de retorno à geração de vagas formais em 2018”, afirmou Fernando de Holanda Barbosa Filho, economista da FGV, em nota a respeito do desempenho do IAEmp.

Centro de São Paulo. Pessoas caminham na rua Barão de Itapetininga, em São Paulo. (Foto: Marcos Santos / USP Imagens)

O Indicador Coincidente de Desemprego (ICD) caiu de 100,3 pontos em dezembro para 96,7 pontos em janeiro – o menor nível desde junho de 2017. Os dados mostraram que os segmentos que mais contribuíram para a queda no índice foram as duas classes de renda mais baixas – consumidores com renda familiar até R$ 2.100,00 e com renda de R$ 2.100,00 a R$ 4.800,00.

Barbosa Filho, no entanto, ressaltou que “as pessoas continuam percebendo dificuldades no mercado de trabalho, ainda que a melhora do indicador no último mês tenha sido expressiva”.

Deixar um comentário