IGP-M sobe 0,40% na primeira prévia de julho

Por Gustavo Nicoletta

São Paulo – O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) subiu 0,40% nos primeiros dez dias de julho, depois de ter subido 0,73% no mesmo período de junho, de acordo com dados divulgados pela Fundação Getulio Vargas (FGV). Com isso, o IGP-M acumula alta de 4,80% em 2019 e de 6,40% em 12 meses.

O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), um dos componentes do IGP-M, subiu 0,42% na primeira prévia de julho, alta menos intensa que a de 1,15% observada no mesmo período de junho. Os preços dos bens finais cresceram 0,04% em julho, após queda de 0,52% em junho, e os de matérias-primas brutas aumentaram 3,51%, após subirem 1,86%, na mesma base de comparação.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), outro componente do IGP-M, caiu 0,02% nos primeiros dez dias de julho, após recuar 0,09% no mesmo período do mês anterior. Cinco das oito classes de despesa componentes do índice registraram acréscimo nas taxas de variação, com destaque para o grupo Alimentação (-0,68% para -0,03%). Em contrapartida, os grupos Habitação (0,31% para -0,07%), Transportes (-0,26% para -0,60%) e Saúde e Cuidados Pessoais (0,44% para 0,32%) apresentaram taxas menores.

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) subiu 1,22% no primeiro decêndio de julho, após recuar 0,07% no mesmo período de junho. Dois dos três componentes do INCC registraram inflação acima da observada no mês passado – Serviços (0,14% para 0,22%) e Mão de Obra (0,00% para 2,39%). O componente de Materiais e Equipamentos repetiu a taxa da última apuração, que foi de -0,22%.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com