Ibovespa e dólar encerram em queda na véspera do feriado

11/10/2017 18:20:33

Por: Leandro Tavares

São Paulo – O Ibovespa encerrou a sessão em baixa de 0,31%, aos 76.659,79 pontos, em movimento de realização de lucros após subir mais de 1% ontem – que fez o índice atingir novo recorde de alta de fechamento – influenciado pelo aparente conflito entre o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e o presidente Michel Temer após o deputado ter criticado as edições de medidas provisórias (MPs) pelo Executivo.

Porém, os analistas consultados pela Agência afirmaram que as declarações de Maia foram “fortes”, mas que não indicam um racha entre o deputado e o governo, por enquanto.

O dólar comercial também encerrou o dia em queda, após a expectativa dos investidores com a divulgação da ata do Comitê de Política Monetária dos Estados Unidos (Fomc, na sigla em inglês) do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano). Depois da divulgação do documento, a moeda pouco oscilou ante o real e se fechou em baixa de 0,40%, cotado a R$ 3,172 para venda.

No documento, o Fed explicou que “muitos participantes do Fomc acreditam que outra elevação da taxa no final deste ano seria justificada se a perspectiva de médio prazo permanecer praticamente inalterada. Vários outros observaram que, à luz da incerteza em torno de suas perspectivas de inflação, a decisão dependeria dos dados econômicos nos próximos meses”.

Por outro lado, no mercado de juros, as taxas dos contratos de juros futuros (DIs) passaram a sessão oscilando entre margens estreitas e encerraram próximas aos níveis de ajuste, com a agenda econômica do dia não alterando as apostas em relação aos próximos passos de política monetária no Brasil e nos Estados Unidos.

Ao final da sessão regular, o DI para janeiro de 2018 ficou com taxa de 7,40%, de 7,42% no ajuste de ontem; o DI para janeiro de 2019 encerrou em 7,29%, de 7,31%; e o DI para janeiro de 2021 terminou projetando taxa de 8,93%, de 8,94%, na mesma comparação.

Deixar um comentário