Hasselmann e Flávio Bolsonaro dão apoio a Maia

A deputada Joice Hasselmann, fala com a imprensa. (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)

Brasília – A líder do governo no Congresso, Joice Hasselmann (PSL-SP) e o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), se pronunciaram nas redes sociais nesta sexta-feira (22) em defesa do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), reforçando a relevância do parlamentar para o avanço da reforma da Previdência.

O desentendimento entre governo e o presidente da Câmara dos Deputados teria se intensificado após o ministro da Justiça, Sergio Moro, ter cobrado agilidade para a tramitação do pacote de lei anticrime enviado pelo Planalto, o que teria desagradado Maia.

Notícias indicaram que Maia teria ficado irritado com a ofensiva de apoiadores do governo contra ele nas redes sociais – entre elas, postagens do vereador Carlos Bolsonaro, filho do presidente. Hoje, no entanto, o presidente da Câmara afirmou que “nunca deixaria de defender a reforma da Previdência”. A líder do governo afirmou em seu Twitter que seria mentira o fato de Maia ser contra a reforma. “É um dos que mais tem trabalhado para aprovação e logo pelo principal plano do governo. Na prática, sem Maia, a coisa não vai e o Brasil empaca. Simples assim”.

O senador Flávio Bolsonaro disse que Maia “é fundamental na articulação para aprovar a Nova Previdência e projetos de combate ao crime.

Assim como nós, está engajado em fazer o Brasil dar certo!”. Outros parlamentares também reforçaram o papel do presidente da Câmara para a reforma previdenciária.

Paulo Martins (PSC-PR) também foi ao Twitter para argumentar que é equivocada a visão de que Maia estaria atrapalhando a reforma. “Maia tem trabalhado muito para viabilizar a aprovação. Você pode não gostar dele, mas é fato que ele tem feito esse trabalho. Desgastar um aliado da reforma é atrapalhar a mesma”.

Os deputados Samuel Pereira (PSDB-SP) e Eduardo Cury (PSDB-SP) também defenderam o presidente da Casa. Pereira disse que atacá-lo é uma “verdadeira irresponsabilidade. Atitude de quem não quer a aprovação da matéria”. Cury reforçou o argumento e disse que Maia tem sido “incansável” em liderar este processo.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com