Grupo de Contato condena prisão de vice-presidente da Assembleia Nacional da Venezuela

Por Carolina Pulice

São Paulo – O Grupo de Contato da Venezuela condenou a prisão do vice-presidente da Assembleia Nacional do país, Edgar Zambrano, e pediu sua soltura imediata.

“O Grupo Internacional de Contato repudia a prisão de Edgar Zambrano, o vice-presidente da Assembleia Nacional, e pede sua soltura imediata. O grupo também reitera a condenação da decisão judicial arbitrária, e a repressão política contra representantes da Assembleia Nacional”, afirmou em comunicado.

Zambrano foi preso na noite de quarta-feira, após ter perdido imunidade parlamentar por ter apoiado a tentativa de subida ao poder pelo autoproclamado presidente interino Juan Guaidó.

Ele narrou sua prisão pelo Twitter, e afirmou ter sido vítima de uma prisão arbitrária ao ter seu carro guinchado até a sede do Sebin (Serviço Bolivariano de Inteligência Nacional).

Segundo o Grupo de Contato, a imunidade parlamentar do vice-presidente deve ser respeitada. Ontem, porém, a Assembleia Nacional Constituinte venezuelana que é controlada pelo governo de Nicolás Maduro – revogou a imunidade parlamentar a sete deputados da Assembleia Nacional, além de Zambrano e o próprio Guaidó, que é presidente do Parlamento. Segundo o governo venezuelano, eles lideraram uma tentativa de golpe de estado.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com