Governo espera voto hoje sobre MP 871, diz porta-voz

Por Gustavo Nicoletta

O porta-voz da Presidência da República, Otávio do Rêgo Barros
O porta-voz da Presidência da República, Otávio do Rêgo Barros, fala à imprensa. (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)

São Paulo – O governo federal espera que a medida provisória (MP) 871, que traz medidas para combater fraudes no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e perde validade em 3 de junho, seja votada hoje pela Câmara dos Deputados, afirmou o porta-voz da Presidência, Rêgo Barros.

“[A MP] deverá ser votada, segundo nos foi informado, amanhã em função das prioridades dadas pelos líderes dos partidos”, disse o porta-voz em entrevista coletiva concedida ontem à noite.

A MP 871 foi publicado em janeiro pelo governo e altera regras de concessão de benefícios, como auxílio-reclusão, pensão por morte e aposentadoria rural, além de permitir uma revisão de benefícios e de processos com suspeitas de irregularidades.

A estimativa do Planalto é de que seja gerada uma economia de R$ 9,8 bilhões com o combate às fraudes nos primeiros 12 meses de vigência.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com