Fed mantém taxa de juros na faixa entre 2,00% e 2,25%

08/11/2018 17:36:13

Por: Pâmela Reis / Agência CMA

Jerome Powell

O presidente do Federal Reserve, Jerome Powell. (Foto: Divulgação/Federal Reserve)

São Paulo – O Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) manteve a taxa básica de juros dos Estados Unidos inalterada na faixa entre 2,00% e 2,25%, numa decisão unânime e em linha com o esperado pelo mercado, e reiterou a força do crescimento econômico do país. Analistas esperam que a próxima alta de juros aconteça em dezembro.

“O mercado de trabalho continuou a se fortalecer e a atividade econômica vem crescendo em ritmo forte”, diz o comunicado do Fed. “A criação de vagas tem sido forte, na média, nos últimos meses e a taxa de desemprego caiu. Os gastos das famílias continuam a crescer com força, enquanto os investimentos fixos das empresas se tornaram mais moderados em comparação com o rápido crescimento do início do ano”.

O banco central reiterou que tanto a inflação quanto o núcleo da inflação – que exclui preços de alimentos e energia – estão próximos da meta de 2% e que os indicadores de expectativas de inflação de longo prazo mudaram pouco.

Segundo o Fed, mais altas graduais de juros são condizentes com a expansão sustentada da atividade econômica, com fortes condições do mercado de trabalho e com a inflação próxima da meta simétrica de 2% no médio prazo.
“Os riscos às perspectivas econômicas estão praticamente equilibrados”, diz o texto.

Ao decidir sobre os próximos movimentos dos juros, o Fed continuará avaliando as condições econômicas atuais e esperadas em comparação com o objetivo duplo de pleno emprego e inflação em 2%. “Essa avaliação levará
em conta uma ampla gama de informações, incluindo medidas das condições do mercado de trabalho, indicadores de pressões inflacionárias e de expectativas de inflação e leituras dos acontecimentos financeiros e internacionais”,
conclui o comunicado.

Deixar um comentário